REGULAMENTO GRUPO ZAP

IMPORTANTE

O regulamento, está vigorando desde o dia 26 de janeiro de 2018, entretanto ainda não conseguimos compor o Comitê Gestor.                                                                                                                                                 
Para três vagas, conseguimos apenas dois voluntários e estamos aguardando o surgimento do terceiro:
  1. Dinalva Ramos de Santana – Didi
  2. Soraia Guimarães – Sol
  3. ???
14/05/2019
REGULAMENTO PARA IMPRESSÃO

I   DAS DISPOSIÇÕES INTRODUTÓRIAS                   

01. O presente regulamento visa a orientar os borandantes sobre as regras gerais para o bom funcionamento do grupo WhatsApp.

02. Este regulamento é regido pelos seguintes princípios:

a) Publicidade – será amplamente divulgada através de postagem no site e distribuição por e-mail, para que todos os participantes do grupo tomem conhecimento do conteúdo aqui disposto;

b) Isonomia – todos os participantes têm os mesmos direitos e obrigações, sendo intolerável qualquer discriminação dentro do grupo;

c) Moralidade – os valores morais e éticos essenciais devem ser observados por todos.

II  DOS OBJETIVOS

03. Os objetivos centrais deste regulamento são:

a) Tornar mais rápida e eficaz a troca de informações relativas às finalidades do Borandar, a exemplo de projetos, caminhadas, eventos, saúde, esporte e lazer.

b) Manter o grupo com o máximo de harmonia, amizade e respeito entre os participantes.

III DA ADMINISTRAÇÃO DO GRUPO

04. A administração do grupo caberá a um Comitê Gestor, composto por 3 (três) participantes voluntários, designados pelo coordenador geral, com as seguintes competências:

a) Orientar os usuários objetivando o cumprimento deste regulamento;

b) Investigar a veracidade das denúncias apresentadas pelos usuários, principalmente quando o motivo destas for o desrespeito e/ou ofensa por parte de outro integrante;

c) Averiguar e pronunciar-se sobre denúncias feitas, encaminhando-as ao coordenador geral para a tomada das medidas necessárias;

d) Interferir nas eventuais ofensas trocadas entre os integrantes do grupo, minorando os malefícios decorrentes.

05. Ao coordenador geral, especificamente sobre o grupo WhatsApp, cabem as seguintes atribuições:

a) Adicionar novos borandantes ao grupo, nos termos contidos neste regulamento;

b) Aplicar qualquer das penalidades previstas neste regulamento, ouvido previamente o Comitê Gestor;

c) Envidar todos os esforços no sentido da manutenção da harmonia no grupo.

IV DA INCLUSÃO NO GRUPO 

06. A inclusão de novo participante no grupo será realizada pelo coordenador geral, atendidos os seguintes requisitos essenciais:

a) Estar cadastrado no Borandar;

b) Solicitar a sua inclusão no grupo;

c) Declarar que conhece o regulamento e está de pleno acordo com o que nele está estabelecido.

V   DAS PRÁTICAS INADEQUADAS E  PRENDAS

07. Como ocorre com a quase totalidade dos grupos WhatsApp, muitas práticas inadequadas provocam desentendimentos, desinteresse, troca de ofensas, saídas do grupo e outras consequências negativas. Algumas destas práticas, consideradas infração, são as seguintes:

a) Mensagens e artigos relacionados com política, religião, futebol e similares – geram muita polêmica e desentendimentos entre os componentes do grupo;

b) Correntes , vídeos, fotos e similares – também provocam muitos malefícios, inclusive ocupando demasiadamente o tempo e a memória do celular dos demais integrantes. Todos participam de vários grupos e normalmente é muito difícil e complicado dar vencimento  à enxurrada de mensagens desnecessárias;

c) Mensagens longas – é mais conveniente enviá-las diretamente por e-mail para os destinatários. O WhatsApp foi criado para a troca de mensagens rápidas e curtas;

d) Mensagens de cumprimentos – nada agregam aos objetivos do grupo. É coerente e educado o emitente da mensagem dar bom dia, desde que venha acompanhada de algum conteúdo relacionados ao tema proposto e agreguem utilidade.

e) Mensagem do interesse de um único membro do grupo ou dirigida a alguém especificamente, deve ser enviada em privado e nunca dentro do grupo. As mensagens postadas devem ser de interesse geral.

f) Conversas particulares entre dois integrantes do grupo – ainda que o tema esteja dentro do escopo do grupo, poderão gerar grande fluxo de mensagens para os demais participantes, motivo pelo qual recomenda-se que estas sejam reconduzidas pelo canal privado com vistas a evitar o acúmulo excessivo de tais mensagens.

08. O integrante que descumprir qualquer parte deste regulamento, cujo fato seja registrado, no próprio grupo, por qualquer participante, e reconhecido por 2 membros do comitê gestor, pagará  alguma das seguintes prendas:

  • 1ª infração: advertência privada;
  • 2ª infração: suspensão por 7 (sete ) dias;
  • 3ª infração: suspensão por 15 (quinze) dias;
  • 4ª infração: exclusão do grupo.

09. Decorridos 30 (trinta) dias da data da exclusão, a pessoa excluída poderá pleitear, junto à administração, o seu reingresso ao grupo.

VI – DOS DIREITOS E DEVERES DOS INTEGRANTES DO GRUPO

10. O integrante que se sentir desrespeitado ou ofendido por outro membro do grupo, tem o direito de comunicar o fato à administração. É mais conveniente que tal comunicação seja feita em caráter privado.

11. Em caso de denúncia de desrespeito ou ofensa por algum usuário, o denunciado tem garantido o seu direito à ampla defesa, ocasião em que será devidamente ouvido pela administração, em caráter privado, antes da decisão final da administração do grupo.

12. Qualquer usuário pode denunciar privativamente à administração, sobre irregularidades que tenha percebido ou presenciado dentro do grupo.

13. É dever dos integrantes do grupo zelar e cumprir este regulamento.

VII – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS

14. Compondo este regulamento e tencionando melhorar o convencimento e a postura dos integrantes do grupo, estão anexadas dois documentos encontradas na Internet, que tratam exclusivamente dos grupos de WhatsApp.

15. Os atuais integrantes do grupo, para nele permanecerem, deverão apresentar, até o dia 02 de fevereiro de 2018, declaração de que conhecem e concordam com o estabelecido neste regulamento.

16. Este regulamento entra em vigor no dia 26 de janeiro de 2018.

Salvador, 22 de janeiro de 2018

Denilson Rehem
Coordenador


ANEXO I

FLEXIS CONSULTORIA E COMUNICAÇÃO

Mais de 100 milhões de brasileiros usam o WhatsApp. Não só para conversar, mas para fechar um negócio, conversar com clientes, trocar informações de trabalho ou, no caso de jornalistas, acionar e até entrevistar fontes. O impacto do WhatsApp na vida do brasileiro já é tão grande que sua suspensão por poucas horas, determinada por bloqueios judiciais, gerou um prejuízo à economia do país de cerca de R$ 360 milhões, segundo uma consultoria internacional.

Com tudo isso em mente, já está passando da hora de aprendermos algumas regras de BOM SENSO no uso desse aplicativo, não acham? No post de hoje, focaremos em algumas dicas para se portar em GRUPOS de WhatsApp, que vêm sendo muito usados por famílias, amigos e colegas de trabalho.

Será que você está tomando estes cuidados ao participar dos grupos de WhatsApp? Confira:

1. NÃO CONVERSAR ESPECIFICAMENTE COM UMA PESSOA, SOBRE UM ASSUNTO QUE SÓ INTERESSA A VOCÊS DOIS, POR MEIO DE UM GRUPO.

Se você está num grupo de trabalho, por exemplo, que tem uma equipe com dez pessoas, pense que, a cada mensagem que você enviar, estará fazendo com que outras nove pessoas pensem no trabalho mesmo fora do horário do expediente. Use esse grupo apenas para compartilhar o que pode interessar a todos! Você tem uma dúvida que diz respeito a apenas uma pessoa e não interessa a mais ninguém? Mande para o WhatsApp DAQUELA pessoa, e não para o grupo.

2. EVITAR A FORMAÇÃO DE “PANELINHAS” DENTRO DO GRUPO

Imagine um grupo de amigos de infância que tem pessoas hoje morando em várias partes do Brasil. Metade delas está em São Paulo, o restante em outros Estados. E essas pessoas de São Paulo ficam o tempo todo marcando saídas para os botecos locais ou falando de situações locais que apenas interessam a elas. Ou um grupo de dez mulheres com três que já são mães e ficam falando sobre maternidade o tempo todo, assunto que não interessa às demais. Que tal formar outro grupo, menor, só para tratar desses interesses específicos? Assim você evita que uma porção de amigos se aborreça e perca tempo recebendo mensagens desinteressantes a toda hora.

3. EVITAR AS DISCUSSÕES MUITO CABELUDAS

Metade da família vota em Bolsonaro e a outra metade critica o golpe? Melhor não discutir política pelo grupo de WhatsApp, então. É claro que se essa é a principal diversão da família, vai fundo. Mas a discussão por meio de um aplicativo, em que as pessoas estão distanciadas por uma telinha, dificilmente será frutífera, ainda mais dentro de um grupo muito polarizado com pessoas de opiniões inflamadas. O resultado pode ser uma tremenda briga na família. Que tal deixar para discutir no próximo encontro, pessoalmente?

4. NÃO FALAR DE POLÍTICA (FUTEBOL E RELIGIÃO) EM GRUPOS DE TRABALHO

Se nos grupos da família e dos amigos já é melhor evitar discussões, por ser o WhatsApp tão pouco adequado para um debate tranquilo, esta vira uma regra de ouro em grupos de trabalho. A tensão pode prejudicar toda a equipe e até criar problemas para a empresa. Se alguém tocar nos assuntos espinhosos, vale a pena desconversar ou responder de forma neutra.

5. NÃO COMPARTILHAR INFORMAÇÕES SIGILOSAS PELO WHATSAPP

Já reparou que a coisa mais fácil do mundo é compartilhar uma mensagem do WhatsApp para outros usuários, né? Basta pressionar e apertar uma simples setinha para que os textos ou imagens vão parar em outra conta. Isso sem mencionar as capturas de imagem das telas do celular. Não se comprometa. Segredos, informações delicadas, fofocas, nada disso combina com esta rede social (ou com nenhuma rede social, podemos dizer).

6. USAR ÁUDIOS E VÍDEOS COM PARCIMÔNIA

Os vídeos podem demorar a carregar, ocupam muita memória do dispositivo, tomam tempo. Os áudios podem vazar num ambiente que a pessoa não gostaria de inundar com conversas paralelas. Pode ser difícil parar o que você está  fazendo para assistir a um vídeo de dois minutos. Não abuse desses recursos.

7. “EDITAR” O ENVIO DE FOTOS

Seguindo a mesma lógica do item anterior, não faz sentido enviar 50 fotos que são praticamente idênticas, para lotar a memória do celular das pessoas do grupo. Selecione as cinco melhores e envie apenas aquelas.

8. NÃO COMPARTILHAR NOTÍCIAS FALSAS E BOATOS

O Detran acaba de criar uma nova taxa exorbitante. Há um novo surto de uma doença gravíssima em sua cidade. Tem um viaduto prestes a cair naquela avenida. Se você receber notícias como estas em seu WhatsApp, desconfie. Principalmente se não for citada nenhuma fonte. Cheque antes de compartilhar o que tem toda pinta de ser apenas um boato alarmista. Um jeito bem básico de checar é jogar no Google e ver se algum veículo com um mínimo de credibilidade noticiou aquilo. Olhar especificamente na fonte, quando citada, é melhor ainda. Muitas vezes a notícia nem é falsa, mas é alguma coisa que aconteceu há cinco anos e já foi plenamente resolvida ou que aconteceu em outro país e os espalhadores de boatos fizeram, num telefone-sem-fio, parecer que é algo local. Se quiser ter um zelo mais jornalístico na checagem, você pode recorrer às fontes primárias: ver no Diário Oficial, por exemplo, se aquela lei duvidosa foi mesmo publicada. Se não quiser checar, simplesmente NÃO COMPARTILHE uma informação duvidosa. Você pensa que está prestando um serviço de utilidade pública e pode estar só confundindo ainda mais as pessoas com mentiras. Leia mais sobre isso AQUI.

9. NÃO INUNDAR O GRUPO DE WHATSAPP COM SPAM

Como falamos logo no início do post, muitas pessoas usam o WhatsApp como ferramenta de trabalho. São acionados pelos chefes e colegas ou clientes e fornecedores logo cedo. Por isso, que tal evitar que essas pessoas percam tempo precioso sendo inundadas por spam? Evite enviar para grupos de WhatsApp milhões de vídeos, preces, poemas, fotos de PowerPoint e outras coisas que as pessoas já recebem aos montes, há anos, por todos os meios possíveis. Como aquela frase atribuída a Clarice Lispector que provavelmente nem foi ela quem escreveu. Use os grupos de WhatsApp com parcimônia.

10. SER EDUCADO, GENTIL, PROFISSIONAL E DIRECIONADO

Essa é uma regra geral de convivência e de comunicação. Não deixe os amigos/colegas sem resposta, no vácuo, principalmente quando compartilham uma informação importante. Não amplie discussões desnecessárias. Não seja agressivo ou sem educação. Em um grupo de trabalho, se estiver falando com colegas com que convive sempre, não é preciso ser formal, mas procure ser profissional.

E, como em qualquer meio de comunicação, pense no público-alvo antes de disparar sua mensagem. Cada grupo tem seu perfil, cada participante é de um jeito. É a regra de ouro do bom senso. Se é um grupo em que as pessoas gostam de fazer piadas, tudo bem mandar piadas. Se gostam de enviar fotos e vídeos, tudo bem enviar fotos e vídeos. Se gostam de discutir política, tudo bem discutir política. Você conhece os participantes do grupo melhor que ninguém, apenas pense neles antes de enviar alguma mensagem que fuja muito do perfil daquele grupo e evite abusar do precioso tempo dos participantes. Nem toda mensagem pode ser copiada e colada em todos os grupos de que você participa. Foco é tudo nesta vida. 

ANEXO II

NOVO MOMENTO

Veja regras de etiqueta para grupos de whatsapp

Quando você olha para seu celular e vê dezenas, centenas ou milhares de mensagens não lidas no whatsapp? Certamente você está em mais grupos do que deveria ou gostaria. Não entre em pânico! Você não está só. Assim como eu, você deve estar sufocado por tantas mensagens (e porque não dizer bobagens) que recebe diariamente. Portanto, vamos colocar ordem nessa bagunça!

Aqui será abordado especificamente o caso dos “grupos de WhatsApp” que têm rendido muita dor de cabeça. Vamos as dicas:

1) Sem bombardeio

A frase “quem fala demais tem pouco a dizer” resumiria bem a vida de muitas pessoas nos grupos de WhatsApp. Se você quer ser notado, poste menos. Assim quando se manifestar todos irão prestar atenção.

2) Fique atento ao público

O fato é real. Um conhecido enviou piadas de cunho sexual num grupo familiar onde há até crianças. Falta de bom senso? Total! Cada grupo tem um objetivo e público definido. Saber o que postar é fundamental. Grupo de família é para compartilhar assunto de família. Piadinhas devem ir para um grupo específico (se é que você tem tempo e paciência para estar num grupo desses).

3) Pergunte antes de adicionar

Se você criou um grupo, pergunte para a pessoa se ela tem interesse em fazer parte dele e não saia adicionando como um louco. Assim você dá a chance de lhe dizer não. Agora se alguém adicionou você sem perguntar, simplesmente saia sem dó nem piedade.

4) Li e respondo quando der

Nem sempre é possível responder a uma mensagem de imediato. E você pode ter mil e uma razões para isso: está no trânsito, tem que consultar alguém antes, precisa pensar no assunto ou simplesmente não está a fim. Aceite que dói menos….rs.

Uma boa saída e colocar no seu status isso “respondo quando posso”. Porém, se notar que o assunto é urgente, vale o esforço de até parar o carro para responder ou, como eu faço, peço para quem está no banco do passageiro (geralmente um dos meus filhos) digitar para mim as respostas. Eles amam.

5) Saia antes de se aborrecer

O conteúdo do grupo lhe incomoda? É de mal gosto? Baixaria? Saia sem medo. Quem posta o que quer tem que lidar com as saídas de quem não quer aquele tipo de informação ou desinformação.

6) Assuntos individuais não vão para o grupo

Quer saber de algo bem particular com uma amiga? Chame-a na conta dela no whatsapp. Nada de lotar o grupo com um bate-papo exclusivo de vocês. Aliás, se alguém postou uma conversa particular no grupo, não dê pitaco no assunto. Ignore apenas.

7) Gravações de áudio

A gravação de voz é uma mão na roda quando o assunto é extenso, porém a resposta pode demorar mais. Afinal, se quem recebeu a mensagem estiver sem fones de ouvido, sem internet ou no trabalho, por exemplo, não poderá ouvir.

8) Cuidado com grupos formais

Não faça piadas, não dê opiniões ou faça julgamentos em grupos mais formais. Você corre o sério risco de ser mal interpretada. Uma ironia digitada nem sempre é vista como brincadeira.

9)Tenha atenção ao horário

Use o horário livre do trabalho para checar o WhatsApp. Respeite o horário comercial para mandar mensagens profissionais.

E quando o assunto for pessoal, se não for alguém muito íntimo, evite mensagens em horários inoportunos como a madrugada.

10) Quando possível, ligue

É claro que o WhatsApp ajuda, mas tem hora que uma conversa pelo telefone vale muito. Pessoalmente, então? Melhor ainda!